sexta-feira, 4 de junho de 2010

Olho-te


Deixa-me olhar-te!
Ver-te de olhos fechados...
apenas ver-te com as minhas mãos!
Olho-te com a profundeza do meu querer,
do meu sentir,
olho-te como quem olha o mundo pela ultima vez...
Olho-te com a saudade que me invade a cada dia que passa.
E quando paro de te olhar...
apetece-me recomeçar...a olhar-te!

9 comentários:

sonho disse...

É o amor que nos faz olhar de olhos fechados...começar...e recomeçar...a olhar...a estar bem perto...
Bom fim de semana
Beijo d'anjo

Sonhadora disse...

Minha querida
quanto amor neste belo poema, adorei.

beijinhos
Sonhadora

A.S. disse...

É no olhar que acende a chama do desejo e corre o rio da saudade...


Beijosss
AL

Anônimo disse...

Estou de OLHO em ti.

Nilson Barcelli disse...

As mãos podem ver tantas coisas... algumas, até, que os olhos não vêem...
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

Anônimo disse...

O "olhar" mesmo de olhos cerrados...é a maior "seduçao" do Homem. um beijo a "olhar" a tua BELEZA mais profunda, onde só o "olhar" chega.... beijo doce.

R... disse...

Hum...

As mãos conseguem desvendar o que olhos não sentem.

Beijo

Moonlight disse...

Segredo,

Esse é o olhar do Amor desejado.

Bjinho cheio de luar

Secreta disse...

Olha... sempre... e intensamente!
:)