terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Escrava


Inclinada, de joelhos

Escrava, serva...

Apetece-me servir

os teus desejos e anseios,

sorver... envolver... sentir... saborear...

Ser serva e servir

Ser escrava e obedecer...

Ser submissa e...

... sentir prazer!

12 comentários:

@njo disse...

... parva...

@njo disse...

cuidado... pois é que ao corpo, é preciso dar-lhe um pouco menos que o necessário. Se não, atraiçoa.
Diz ao teu corpo: prefiro ter um escravo a ser escravo teu.

Babi Mello disse...

Que poema intenso e intrigante. Ser escrava...

Andreia disse...

Bastante bonito o poema.
Gostamos sempre de servir os desejos de quem amamos.

Beijo*

acutilante - frank verlag disse...

Por vezes somos "escravos" de nós próprios!

Siala ap Maeve disse...

Melhor que ser escravo ou ter um escravo é encontrar a outra metade e fundir-mo-nos vezes sem conta :P
Bom fim de semana
Bjo meu :)

Transcendente disse...

Servir um mestre, nos seus desejos, taras e perversões para entre dor e submissão sentir um prazer quase ilimitado...
Excelente post

Pedro M disse...

mmm minha querida Segredo da Lua,

escrava hoje, senhora amanhã :-)

Um beijo

Pedro M.

P.S.: gostei do teu blog. Voltarei mais vezes.

??? disse...

Realiza esse teu apetite:)
Adoro a musica do teu blog:)

Beijo:)

Secreta Utopia disse...

Gosto das tuas "visitas" ao meu blog. As tuas palavras fazem-me sempre bem. =)

Em relação a estas palavras, concordo com o/a "???", realiza esse teu apetite e concretiza os teus desejos. ;D

Beijinho*

DESIRE disse...

Hummmm escrava do desejo...
Bom domingo!

Beijos prometidos

Camilinha disse...

tão inspirada...
tão misteriosa...
post tão belo...