domingo, 27 de fevereiro de 2011

Distancia


Há quase um ano que não te vejo... não falo... não oiço.
As saudades invadem-me, por vezes sinto que sentes necessidade de falar comigo... não sei explicar mas sinto-te perto de mim!
Abraço-te e beijo-te todas as noites porque há diferentes formas de amar e tu sabes o quanto és para mim.

9 comentários:

Sammael the Morning Star disse...

é simples..encurta a distância!

beijo

Secreta disse...

SIm, há diferentes formas de amar! E diferentes formas de "viver" a distãncia...
Beijito.

abraça-me bem disse...

há diferentes formas de amar, sim.
e às vezes mesmo longe, está-se (sempre) perto.

Anônimo disse...

...todos nós sentimos esse "amargo" que é o "muro" da distância. Seja ela física, por vezes a mais tolerável, ou afectiva. A distância afectiva, paradoxalmente esta torna-se a mais próxima contrariando a lógica do pensamento...o "distante" torna-se presente, e presente mais profundo, torna-se "dentro" de nós.Eu TB sinto isso, esse "perto de mim"...
Beijo "juntinho" amt.

Nilson Barcelli disse...

Mesmo com diferentes formas de amar, a saudade é sempre a mesma...
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

Anônimo disse...

Oh amiga, continuas a escrever palavras tão fortes...Besito "Nanda"

Graça Pires disse...

Saudade e ausência...
Um beijo.

lynce disse...

A ausência é tramada...

A.S. disse...

O amor não conhece distâncias!!!


Beijos,
AL