sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Alicerces - Parte II


...E afinal descobri que nem sequer de barro são os meus alicerces...

São alicerces de papel que voaram junto com o vento que sopra,

Alicerces frágeis que vão embatendo nas pedras do caminho...

Deixando marcas,feridas,sangue e dor...

E no fundo,já rastejando por um caminho tão doloroso,

onde nem em pé consigo estar, eis que aparece um raio de sol...e eu...

fico quieta à espera que o vento pare e o sol me aqueça e "proteja".

13 comentários:

Camila Colossi disse...

hehe gostei :)

gota de água disse...

Adorei *.*

Mas não te esqueças de que és tu que constróis os teus próprios alicerces...

um beijinhu*

??? disse...

Ha momentos em que tudo parece desabar...
tudo parece impossivel de realizar...
e bate em nos um desespero,uma angustia,uma duvida...
Nada parece dar certo!!!
Ai temos que ser fortes...pensar que no fim de uma tempestade havera um raio de sol...Mesmo que os teus alicerces tenham caido por terra á que ter força,coragem para os reconstruir!!!
Aí deves contar com a ajuda da familia...dos amigos...de Alguem:) para te ajudar na recontrução!!!
Beijo:)

Martinha disse...

está bonito... mas força ;)

sininho disse...

Há uns tempos escre um post em que referia que eramos nós próprios que construimos o nosso equilibrio, tinha percebido isso. O pior era como o fazer, ainda não o sei, tento agarrar me a pequenas coisas que me façam equlibrar, um deles é o simples bater do sol na minha cara.. :)

impulsos disse...

Por vezes os tais alicerces que julgava-mos serem de ferro, abanam com um simples sopro de vento mais forte...
Mas o sol aí está para te aquecer e te devolver a energia de que tanto precisas!

Beijo

Mariana disse...

muito bonito :D

beijinho *

Lenore. disse...

gostei bastante, *.*
beijinho =)

Poemar disse...

as últimas linhas do teu texto me lembraram uma música interpretada pelo Legião Urbana, que diz o seguinte: "...mas é claro que o sol vai voltar amanhã, mais uma vez, eu sei. Escuridão já vi pior..."
Pois, então, na horas de frio, esperemos pelo sol, ele irá nos aquecer.

Beijos de mar!

Pedro Branco disse...

Somos todos de cristal...

Vanessa. disse...

Adorei cada palavrinha :''
Mas não te podes esquecer que apenas tu constróis os teus próprios alicerces e, para que eles sejam/fiquem fortes, apenas tu podes contribuir e lutar.

.::Borboleta::. disse...

Ninguem tem alicerces que um dia nao se sintam frageis. Somos um produto da sociedade e do mundo, os nossos alicerces nunca sao como esperamos. Mas nem tudo é fragil ha sempre algo no mundo que nos protege e que nos faz levantar depois de uma queda...
beijinho*

Francis disse...

"Não adianta remar contra a maré"
Nestas alturas, espera que a vida te dê um sinal, espera pela luz ao fundo do túnel.
1 Beijo.