domingo, 15 de junho de 2008

Desespero


Hoje vi-te,mais uma vez tive de fingir que sou apenas mais uma amiga, uma conhecida... tive de fingir que não partilho as minhas noites contigo,os meus segredos,os meus desejos.Olhar-te em publico é para mim um sacrificio...porque não demonstrar o que és, o que significas,o quanto nos damos e nos entregamos?

Queria gritar,estou a perder todas as minhas forças, cheguei ao meu limite e estou desesperada.

O teu olhar procura o meu e eu tenho de fingir... desvio o olhar que teima em procurar o teu... quero-te! É mais forte do que eu o meu desejo,o meu anseio...

"Procuro por ti na paixão do incerto"

Um comentário:

Francis disse...

Este post faz-me lembrar qualquer coisa... um "dejá vu" ou uma situação anteriormente vivida?, talvez!
Afinal também acontece aos outros.
Não te canses de procurar, nem que seja no incerto :)